PORTUGAL

Resumo do Fórum Económico Mundial: A energia limpa como catalisador de uma transição energética positiva para a natureza

O benefício ambiental é um fator-chave no trabalho de produção de energia solar responsável. À medida que as nossas infraestruturas cruciais de energia solar e renovável são construídas, há um foco crescente na forma como a perda de biodiversidade pode ser evitada e mesmo revertida em todas as fases do ciclo de vida de um projeto. Como é que os projetos de energia renovável em larga escala podem deixar os ecossistemas em melhor estado do que quando os encontraram?

Energia limpa: Ter um impacto positivo na natureza e beneficiar com isso

Orgulhamo-nos de ter contribuído para o documento informativo do Fórum Económico Mundial (O Fórum): A energia limpa como catalisador de uma transição energética positiva para a natureza.

O Fórum Económico Mundial, através das suas iniciativas no Centro para a Energia e Materiais, está a mobilizar ações de colaboração para proporcionar uma transição energética rápida e responsável, enquanto o Centre for Nature and Climate se tem concentrado em assegurar que esta transição contribua para a proteção, restauração e regeneração dos ecossistemas naturais.

Em 2023, o programa Clean Power, Grids and Electrification, apoiado pela Ocean Action Agenda, reuniu peritos e líderes de mais de 60 organizações representativas de empresas, ONGs, filantropia e universidades para identificar coletivamente abordagens e as melhores práticas para uma transição energética rápida e responsável.

Principais destaques

Seis formas para permitir uma transição energética positiva para a natureza

O resumo do Fórum identifica seis fatores-chave para a expansão da energia limpa com “um impacto líquido positivo na biodiversidade”:

1. Ação e política governamental

“Os mandatos de políticas e os requisitos regulamentares continuam a ser das principais forças motoras de ação positiva para a natureza… As reformas políticas também podem ajudar a orientar as decisões empresariais. Por exemplo, o novo mandato do Biodiversity Net Gain de Inglaterra, em vigor desde 2024, estabelece um requisito regulamentar para que todos os novos empreendimentos alcancem um mínimo de 10% de ganho líquido de biodiversidade.”

2. Quadros de medição

“Uma linguagem comum e um sistema de medição específico para a indústria da energia limpa… ajudaria as empresas a aferir os progressos, a apoiar uma definição e avaliação objetivas dos critérios não relacionados com o preço nos concursos de energia renovável, bem como os requisitos no processo de licenciamento, a informar os investimentos e a melhorar os relatórios.”

3. Uma liderança visionária que defina e cumpra objetivos ambiciosos

“Apesar de 80% dos diretores executivos sentirem que têm uma forte compreensão do impacto da sua atividade na biodiversidade, apenas 35% estão a iniciar ações de proteção e/ou recuperação da natureza… Para além dos objetivos a nível da empresa, uma abordagem setorial pode ajudar a atender aos impactos e dependências que os diferentes setores da economia têm na natureza e na biodiversidade.”

4. Parcerias para uma ação coletiva

“Abordar a relação entre energia, clima e biodiversidade é um território novo para muitos líderes. As colaborações e parcerias multifuncionais para testar e aumentar os esforços, aprender com a experiência e desenvolver as melhores práticas são fundamentais para acelerar o desenvolvimento de novas soluções, abordagens e ferramentas.”

5. Financiamento inovador

“O financiamento inovador é fundamental para implementar e aumentar as iniciativas de conservação e recuperação da natureza no âmbito da implementação de energias limpas… As soluções incluem trocas de dívida por natureza, créditos e certificados de biodiversidade, obrigações verdes, pagamentos por serviços ecossistémicos (PES), bem como outros incentivos, como incentivos fiscais, subsídios ou mecanismos baseados no mercado para incentivar a conservação e recuperação da biodiversidade.”

6. Dados, tecnologia e inovação

“Os dados são fundamentais para compreender o ambiente local, monitorizar o impacto local e global dos projetos e tomar decisões informadas.” Os exemplos incluem:

Cumprir objetivos ambiciosos

À medida que os líderes mundiais se esforçam por atingir os objetivos climáticos globais através da construção de infraestruturas de energia limpa, com um “investimento estimado em 4,5 triliões de dólares até 2030”, o Fórum e os seus colaboradores estão a trabalhar para garantir que o fazemos de uma forma equitativa e justa.

A abordagem positiva para as pessoas, centrada no envolvimento da comunidade, anda de mãos dadas com a abordagem positiva para a natureza, que visa produzir impactos positivos líquidos na biodiversidade.

Na COP28, o Fórum lançou um novo guia C-Suite para o envolvimento da comunidade:

“Este relatório descreve os princípios fundamentais para estabelecer e fomentar parcerias com as comunidades locais, ao mesmo tempo que fornece informações sobre como podemos criar confiança e transparência através das nossas práticas de envolvimento da comunidade. Isto requer uma evolução dos nossos processos e operações empresariais, colocando a ênfase no envolvimento da comunidade e na integração de parcerias locais ao longo do ciclo de vida do projeto.” – Kareen Boutonnat, CEO da EMEA e APAC, Lightsource bp.

Liderar pelo exemplo

Acreditamos que as empresas de energia renovável podem e devem ser um catalisador para abordagens positivas para as pessoas e para a natureza, à medida que procuramos atingir as metas climáticas globais com energia sustentável.

Penny Laurenson, Diretora Global de Sustentabilidade e Diretora de Assuntos Ambientais, EMEA e APAC, da Lightsource bp, juntamente com outros membros da equipa, está a colaborar ativamente com o WEF em ambas as vertentes, ajudando a desenvolver padrões globais positivos para a natureza e guias de sensibilização da comunidade.

Compreendemos a necessidade de agir de acordo com os nossos compromissos, e estabelecemos a ambição de que os nossos parques solares atinjam um ganho líquido de biodiversidade no prazo de cinco anos de funcionamento, sempre que possível. Saiba mais sobre o nosso compromisso com a gestão ambiental.

Envolvimento da comunidade

Ao desenvolvermos projetos em todo o mundo, compreendemos o papel crucial que as comunidades locais desempenham na transição energética.

A Lightsource bp está empenhada em promover o envolvimento aberto em todos os nossos projetos de energia renovável, para maximizar as oportunidades de impactos positivos. Estabelecemos parcerias com as comunidades locais, procurando compreender as suas necessidades, investir na área local e educar e capacitar a próxima geração. Continuamos a incorporar a importância do envolvimento da comunidade nos nossos processos empresariais e na mentalidade de toda a nossa equipa.

Saiba mais sobre o nosso compromisso com a responsabilidade social.

Uma situação vantajosa para a energia, o clima, as pessoas e a natureza

Como salientado nas conclusões do Fórum, a resposta para produzir impactos positivos a longo prazo nos ecossistemas, aumentar a biodiversidade e proteger os habitats naturais consiste em incorporar abordagens responsáveis ao longo do ciclo de vida dos projetos de energia limpa.

Ao centrarmo-nos nos seis principais fatores acima referidos e com a colaboração de empresas, governos, grupos civis e outros, é possível uma transição energética segura, sustentável e positiva para a natureza.

Demasiadas vezes existe o sentimento de que o crescimento e a expansão são um jogo de soma zero. O que o Fórum e os seus parceiros estão a fazer, com a abordagem positiva para as pessoas e para a natureza para alcançar a transição para a energia limpa, é uma solução em que todos ganham.

Através do nosso trabalho com projetos de energia solar, orgulhamo-nos de participar ativamente nestas iniciativas globais, ao mesmo tempo que olhamos para dentro e damos o exemplo.

Saiba mais sobre o nosso compromisso com a gestão ambiental e a responsabilidade social.

Leia o documento informativo do Fórum Económico Mundial na íntegra: Clean Energy as a Catalyst for a Nature-Positive Transition” (A energia limpa como catalisador de uma transição positiva para a natureza).

Notícias

20 May, 2024

Semear sementes de sustentabilidade: A nossa abordagem de apoio aos polinizadores e à agricultura

A Lightsource bp acredita que a energia renovável e a gestão ambiental são complementares.

Leia a história

26 Apr, 2024

Os painéis solares funcionam em dias nublados?

Os painéis solares fotovoltaicos dependem da luz do dia, e não de luz solar direta ou calor.

Leia a história

26 Mar, 2024

Lightsource bp premiada pelo segundo ano consecutivo com o prémio “Overseas Direct Investment” pelo investimento permanente em Portugal

Este reconhecimento celebra o esforço das empresas britânicas em Portugal de construírem relações comerciais e promoverem o investimento bilateral entre os dois países.

Leia a história